16ª Semana de Valorização do Patrimônio: Dinâmicas da preservação

A 16ª Semana de Valorização do Patrimônio será realizada entre os dias 16 e 20 de agosto, por meio de 5 encontros on-line com transmissão nos canais do YouTube e Facebook do Departamento do Patrimônio Histórico da Secretaria Municipal de Cultura.

 

Veja a programação da Semana:

16/08

17h – 17h30: Abertura do evento
Alê Youssef, Secretário Municipal de Cultura / Maria Emília Nascimento Santos, Diretora do Departamento do Patrimônio Histórico

17h30 – 19h: Mesa 1 – Mesa de Abertura
O encontro tem como proposta discutir a multidisciplinaridade de abordagens, agentes e práticas no campo do patrimônio cultural, abordando questões relacionadas aos desafios da salvaguarda do patrimônio material e imaterial.

Palestrante:
Hermano Fabrício Oliveira Guanais e Queiroz
Mediação: Maria Emília Nascimento Santos (SMC/DPH)
17/08
17h – 19h: Mesa 2 – Patrimônio da saúde e da ciência
A partir da apresentação de estudos de caso, a mesa propõe discutir as dinâmicas de preservação de edificações protegidas como patrimônio cultural, nas quais funcionam importantes instituições relacionadas ao tema da saúde e da ciência, considerando a relevância do tema na atualidade.

Convidados:
Anderson Félix de Sá | Patrimônio arquitetônico no Instituto Butantan
Renato Gama-Rosa Costa | Ações de Conservação em Patrimônio Institucional: a experiência do DPH da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz
Adda Ungaretti e Amanda Caporrino | Do passado ao presente: reflexões sobre o patrimônio relacionado à hanseníase no contexto da pandemia de Covid-19
Mediação: Walter Pires (SMC/DPH)

18/08
17h- 19h: Mesa 3 – Patrimônio “oculto”: arqueologia urbana e memória na cidade
A mesa tem como tema principal a arqueologia urbana e sua relação com a memória, a partir da discussão de casos no Brasil e na Argentina.

Convidados:
Daniel Schávelzon (Argentina) | A arqueologia urbana: um novo desafio
Rafael de Abreu e Souza (Brasil) |
Mediação: Paula Nishida (SMC/DPH)

19/08
17h – 19h: Mesa 4 – Desafios da atuação do DPH
A partir de temas presentes no debate público na atualidade, o encontro tem como proposta discutir os desafios de atuação do DPH, considerando os diferentes núcleos do órgão e suas atribuições. Pretende-se debater sobre as problemáticas recentes envolvendo as narrativas e a representatividade dos monumentos no espaço público, os desafios na análise de projetos e intervenções em bens tombados e áreas envoltórias, bem como sobre os diferentes instrumentos de proteção e processos de reconhecimento do patrimônio cultural.

Convidados:
Alice de Almeida Américo | A mudança de narrativas da arte pública em uma cidade ativa
Lícia M. A. de Oliveira Ferreira | Intervenções Contemporâneas em bens tombados: limites e potencialidades
Luca Fuser | A identificação do patrimônio cultural em São Paulo: panorama e desafios atuais
Mediação: Maria Emília Nascimento Santos (SMC/DPH)

20/08
17h – 19h: Mesa 5 – O cidadão no centro do debate
A mesa tem como tema a participação do cidadão nas dinâmicas de preservação do patrimônio cultural na cidade de São Paulo, a partir da experiência de coletivos e instituições que atuam em defesa da memória nos diferentes territórios da cidade.

Convidados:
Abílio Ferreira, representando o Instituto Tebas|Há 36 anos escrevi uma história, provocado pela experiência que vivemos hoje
Marcella Arruda, representando o instituto A cidade precisa de você! | Salvaguarda de uma Cidadania Ativa
Renata Eleutério, representando o CPDOC Guaianás |Patrimônio, periferia e a luta pela memória
Lucila Lacreta, representando o Movimento Defenda São Paulo |Patrimônio Urbanístico – Preservação de bairros e cidades com qualidades culturais e ambientais significativas
Mediação:Priscila Machado (SMC)